O que é o baço e qual sua função?

Antes de entender as razões que podem levar ao baço inchado ou aumentado – a chamada esplenomegalia – vale a pena entender o que é e qual a função deste órgão.1 O baço fica do lado esquerdo do nosso corpo, logo abaixo das costelas e acima do estômago. Apesar de pouco conhecido, ele tem funções importantíssimas, como:1 • Combater infecções e germes • Manter o equilíbrio de líquidos e a quantidade de sangue no organismo • Destruir células velhas e danificadas Quando saudável, o baço é do tamanho da sua mão fechada.1 Entretanto, algumas doenças fazem com o baço fique inchado, podendo multiplicar em muitas vezes esse tamanho.1,2 O tratamento envolve principalmente o diagnóstico da causa que levou o baço a inchar, e, em alguns casos, pode incluir ainda uma cirurgia para remoção do órgão.1,3

  • 1. A frequência e intensidade: o suor noturno acontece todo dia ou quase todo dia? Você chega a ficar com roupas e lençóis molhados?1
  • 2. Presença de outros sintomas: o suor noturno é acompanhado por outros sintomas, como fadiga ou cansaço exagerado, febre, dor, diarreia, tosse ou perda de peso, por exemplo?1

Conseguimos viver sem o baço?

É sim possível viver sem o baço, pois o fígado e outros órgãos assumem parte de suas funções. Mas, sem o baço, perdemos parte da nossa capacidade de combater infecções.1

Sinais de que algo não vai bem com seu baço

Os mais comuns sinais e sintomas do baço inchado são:2
Outros sintomas relacionados às doenças que causam o inchaço no baço podem inlcuir:2
  • Incapacidade de fazer uma grande refeição (sensação de que a comida não cabe na barriga, saciedade)
  • Desconforto ou dor do lado esquerdo da barriga/abdômen, que pode “subir” para o ombro esquerdo

• Fadiga
• Perda de peso
• Infecções frequentes
• Sangramento fácil
• Icterícia (doença que deixa a pele amarelada)
• Anemia

Tratamento da baço inchado (esplenomegalia)

O tratamento da esplenomegalia é determinado pela causa que levou ao inchaço.3 Em geral, o baço aumentado pode ser uma consequência de:4

  • Infecções virais, como mononucleose
  • Infecções bacterianas, como sífilis ou endocardite
  • Infecções parasitárias, como malária
  • Cânceres do sangue, como leucemia e doenças mieloproliferativas, como mielofibrose, e linfomas, como a doença de Hodgkin
  • Cirrose e outras doenças do fígado
  • Diversos tipos de anemia hemolítica
  • Doenças metabólicas, como doença de Gaucher e doença de Niemann-Pick
  • Pressão ou um coágulo nas veias do baço ou do fígado

Dependo da causa que levou ao inchaço do baço, é sim possível curar ou minimizar esta condição, principalmente tratando a doença prévia5. Por isso, é fundamental que quem suspeita da esplenomegalia visite um hematologista, o quanto antes, para descobrir a causa do inchaço e iniciar o tratamento.

Esplenectomia vs. esplenomegalia: qual a diferença?

Esses dois termos vêm do latim, em que o baço é chamado de splenicu.6 Eles são parecidos (e difíceis, né?), mas explicamos aqui a diferença!

  • Esplenomegalia: é uma condição caracterizada pelo aumento do baço, que fica inchado. Em geral isso é uma resposta do nosso corpo a alguma outra doença presente.2
  • Esplenectomia: é um tipo de tratamento, uma cirurgia que consiste da retirada do baço doente (confira a lista acima).3

Referências

  1. Spleen Diseases. Disponível em https://medlineplus.gov/spleendiseases.html. Acesso em maio de 2018.
  2. Enlarged Spleen: Causes, Symptoms, and Treatments. Disponível em https://www.webmd.com/digestive-disorders/enlarged-spleen-causes-symptoms-and-treatments#2-3. Acesso em maio de 2018.
  3. What Are the Treatments for a Swollen Spleen? Disponível em https://www.livestrong.com/article/146983-what-are-the-treatments-for-a-swollen-spleen/. Acesso em maio de 2018.
  4. Mayo Clinic. Enlarged spleen (splenomegaly). Disponível em https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/enlarged-spleen/symptoms-causes/syc-20354326. Acesso em maio de 2018.
  5. Mayo Clinic. Enlarged spleen (splenomegaly). Disponível em https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/enlarged-spleen/diagnosis-treatment/drc-20354331. Acesso em maio de 2018.
  6. Esplenomegalia, Hiperesplenismo e Esplenectomia. Disponível em http://www.hepcentro.com.br/esplenomegalia.htm. Acesso em abril de 2018.