4-6-Como conviver com a enxaqueca no ambiente de trabalho

Todo mundo quer crescer na carreira, certo? Para quem tem enxaqueca esse desafio pode até ser maior, mas é possível vencer os obstáculos da doença e ter sucesso no ambiente de trabalho. A enxaqueca afeta, principalmente, pessoas a partir dos 35 anos, quando é vivido o auge profissional.1 Mais da metade dos pacientes afirmam que os sintomas da enxaqueca, como dor de cabeça constante e enjoo, atrapalham seu desempenho profissional.1

Outros dados expõem a gravidade da enxaqueca para a vida profissional dos pacientes: 67% deles são obrigados a desmarcar reuniões e compromissos,1 enquanto 15% dizem que a doença deve ter impacto direto em suas chances de receber uma promoção.1 Além disso, 12 dias por ano, em média, são perdidos por causa de crises de enxaqueca.1

Como lidar com a enxaqueca no ambiente profissional?

Flexibilidade. Para conciliar carreira e crises, procure algum tipo de trabalho que te dê flexibilidade.2 Hoje, diversas empresas nacionais e multinacionais oferecem jornadas de trabalho mais flexíveis – com sextas mais curtas e horários mais livres para entrada e saída –, e permitem o trabalho de casa também.2

O lugar ideal. Encontrar o lugar ideal para trabalhar é uma dica preciosa. Procure um lugar com menos luz, onde seja mais silencioso, com menos cheiros fortes.2 Sugestões de mudança também podem ser feitas, como uma troca no tipo de lâmpada ou menos barulho de colegas, caso seja excessivo.2

Cuidado com gatilhos. Não basta apenas observar o ambiente de trabalho. Note também o seu comportamento. Está negligenciando os cuidados fundamentais para não ter uma crise? É importante lembrar de cuidados pessoais, como tomar água regularmente, ter um sono adequado e evitar o estresse.3

É importante lembrar que o paciente de enxaqueca precisa de um acompanhamento de um neurologista, o médico adequado para diagnosticar e tratar a doença. E ele também poderá dar mais orientações a respeito de comportamento no ambiente profissional.


Referências

1. Migraine.com. Migraines and work. Disponível em: https://migraine.com/living-with-migraine/migraine-and-work/ Acesso em março de 2019.
2. Migraine Again. How to save your job when you have migraine. Disponível em: https://migraineagain.com/save-your-job-when-you-have-migraine/ Acesso em março de 2019.
3. Migraine trust. Common triggers. Disponível em: https://www.migrainetrust.org/about-migraine/trigger-factors/common-triggers/ Acesso em março de 2019.