enxaqueca-e-vida-social
Share

A natureza imprevisível da enxaqueca torna muito difícil para muitos que têm enxaqueca participarem ativamente de uma vida social intensa. Muitos dizem que a enxaqueca e a vida social não se misturam porque a gravidade dos sintomas da enxaqueca faz com que eles cancelem abruptamente os planos ou saiam de um evento repentinamente.1

Muitas pessoas com enxaqueca acreditam que a doença interfere nos relacionamentos com os colegas de trabalho, com a família e amigos.1

A gravidade da doença afetar significativamente os que rodeiam quem tem enxaqueca. A doença pode levar à redução na participação ou no aproveitamento das atividades, eventos cancelados e efeitos negativos nas interações com o cônjuge, entre pais e filhos, e no trabalho.1,2

As enxaquecas também podem afetar financeiramente toda a família: aquelas que têm uma pessoa com enxaqueca tem 70% mais custos com saúde do que uma família sem enxaqueca.1,2

No entanto, é importante que a pessoa que tem enxaqueca esteja ciente de que precisa manter um horário regular para comer, dormir, trabalhar, fazer exercícios para ajudar a prevenir ataques de enxaqueca e, assim, ter um menor impacto negativo na sua vida social. Igualmente, importante é buscar diagnóstico correto, acompanhamento e tratamento com um neurologista.


Referências

1. Com. Migraines and social life. Disponível em: https://migraine.com/living-with-migraine/migraines-and-social-life/ Acesso em abril de 2018.
2. Mayo Clinic Proceedings. Impact of Migraine on the Family: Perspectives of people with migraine and their spouse/domestic partner in the cameo study. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0025619616001269 Acesso em abril de 2018.

Share