enxaqueca-e-o-melhor-sono

Você sabe a importância de dormir? O sono é responsável por reparar vários órgãos do nosso corpo, inclusive o cérebro.1 Sabendo disso, fica fácil entender por que quando você tem um sono irregular ou ruim, fica mais propenso a sofrer com a enxaqueca. Isso mesmo: existe uma relação entre o sono ruim e a quantidade e intensidade das crises.1

Aproximadamente 50% das crises têm início no fim da madrugada e começo da manhã, das 4 às 9 horas1, o que mostra o tamanho do risco para quem não consegue, por insônia ou por falta de uma programação adequada, dormir de forma regular e constante.1 Pense em como você se sente depois de uma noite em claro e no impacto que isso tem no seu bem-estar e humor. Agora, imagine somar isso ao aumento da frequência ou intensidade das crises de enxaqueca…

Não subestime a importância do sono

Estima-se que 30 a 50% dos pacientes de enxaqueca tenham distúrbios de sono.2 Mas o sono não é um luxo ou algo que possa ser tratado com negligência, já que o descanso é fundamental para o funcionamento do nosso organismo como um todo.1

Vale lembrar que não apenas o sono irregular ou o sono insuficiente pode fazer mal. As horas em excesso dormindo podem igualmente agravar a enxaqueca, sabia?3 Para uma pessoa com enxaqueca, é importante que haja rigor na rotina de descanso. O sono deve ter duração e horários semelhantes, mesmo aos fins de semana e feriados.4 E sabe aquela soneca durante o dia? Ela pode ser uma delícia, mas não pode ser longa – o melhor é que não exceda a marca dos 20 a 30 minutos.5

Dicas para lidar com o sono e minimizar a incidência da enxaqueca

  • Duração: sete a oito horas de sono por noite são ideais. Nem menos, nem mais. A regularidade é fundamental e pode tornar as crises menos frequentes, com menos intensidade e menor duração.6
  • Horários: não é apenas o tempo de sono, mas também o horário. Procure ir sempre para a cama na mesma hora, o que facilitará acordar também em horários parecidos, todos os dias. A rotina é importante.6
  • Substâncias e hábitos: álcool, cafeína e nicotina podem causar dificuldades de diferentes intensidades para dormir. Para manter horários regulares de sono, evite seu consumo, principalmente perto da hora de ir para a cama.6
  • Sem eletrônicos: quando se deitar para dormir, evite fazer o cérebro ficar alerta. Para isso, não assista televisão, não leia, evite usar internet ou trocar mensagens de texto quando está se preparando para o sono.6 Não leve materiais de trabalho para a cama.5
  • Exercícios? Cuidado. Atividades físicas muito pesadas podem afetar o sono. O ideal é que as práticas esportivas sejam moderadas, que contribuam para dormir bem em vez de causarem o efeito contrário.5
  • Olho no clima: variações climáticas podem disparar crises de enxaqueca.7 Os principais vilões, neste caso, são temperaturas altas, índices altos de umidade e dias chuvosos.7 Nessas ocasiões, o ideal é evitar a permanência ao ar livre.7

É importante saber que mais da metade das vítimas da enxaqueca ainda não receberam um diagnóstico.8 Os sintomas são variados e, caso você desconfie que tem a doença, vá a um médico o quanto antes.


Referências

1. American Migraine Foundation. Top 10 migraine triggers and how to deal with them. Disponível em: https://americanmigrainefoundation.org/understanding-migraine/top-10-migraine-triggers-and-how-to-deal-with-them/ Acesso em outubro de 2018.
2. Lin Y-K, Lin G-Y, Lee J-T, et al. Associations Between Sleep Quality and Migraine Frequency: A Cross-Sectional Case-Control Study. Cuadrado. ML, ed. Medicine. 2016;95(17):e3554. doi:10.1097/MD.0000000000003554.: https://www.sciencedaily.com/releases/2017/06/170605085336.htm .
3. Migraine trust. Common triggers. Disponível em: https://www.migrainetrust.org/about-migraine/trigger-factors/common-triggers/ Acesso em setembro de 2018.
4. WebMD. How to Prevent Migraine Headaches. Disponível em: https://www.webmd.com/migraines-headaches/guide/understanding-migraine-prevention#2 Acesso em outubro de 2018.
5. Mayo Clinic. Migraines: Simple steps to head off the pain. Disponível em: https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/migraine-headache/in-depth/migraines/art-20047242 Acesso em outubro de 2018.
6. American Migraine Foundation. Understanding migraine – Sleep. Disponível em: https://americanmigrainefoundation.org/resource-library/sleep/ Acesso em outubro de 2018.
7. Health Line. How to Avoid a Migraine Before It Happens. Disponível em: https://www.healthline.com/health/migraine/how-to-avoid-one-before-it-happens Acesso em outubro de 2018.
8. Migraine Research Foundation. What is migraine? Disponível em: http://migraineresearchfoundation.org/about-migraine/what-is-migraine/ Acesso em abril de 2018.