Sintomas da esclerose múltipla

Sintomas da esclerose múltipla

Os sintomas da esclerose múltipla são diversos e variam de paciente para paciente. Isso porque o sintoma da doença depende do local em que a inflamação neuronal ocorre. Por exemplo, se a inflamação atingir o nervo ótico, o sintoma será de padrão visual, ou seja, baixa visual, turvação visual ou até perda completa da visão.

Conheça os sintomas mais comuns da esclerose múltipla:

  • Alterações sensitivas: em 40% dos casos elas representam o primeiro sintoma da doença.1 Podem aparecer em forma de dormência em lugares do corpo, distúrbios de sensibilidade – como dormências, formigamentos, queimação ou choque.


  • Alterações visuais: A perda de visão por determinado período de tempo acomete ao menos 13% dos pacientes com esclerose múltipla.1Há também a possibilidade de diplopia, popularmente conhecida como visão dupla ou mesmo visão turva. O paciente também pode apresentar motilidade ocular, com desalinhamento dos olhos, e até movimentos involuntários.


  • Síndrome labiríntica: Tonturas e vertigens também são comuns em pacientes com esclerose múltipla. Nesse caso, a labirintite e as vertigens não são desencadeadas pelo labirinto, que é uma estrutura do ouvido, mas pela inflamação no cérebro causada pela esclerose múltipla.2


  • Fraqueza e fadiga: Fadiga é uma reclamação de 80% dos pacientes com esclerose múltipla,3. A fadiga pode interferir de forma significativa nas habilidades funcionais do paciente com esclerose múltipla, seja casa e no trabalho. Em geral, os pacientes se sentem cansados e fadigados, muito além do habitual.l

  • Outros sintomas: O paciente com esclerose múltipla também pode apresentar dificuldade para engolir ou falar, apresentar paralisia parcial da face ou mesmo ter disfunção erétil.


cansaço_esclerose_multipla

“A esclerose múltipla é caracterizada por surtos e remissões frequentes. Reconhecemos um surto quando o paciente apresenta um dos sintomas da doença por mais de 24h. Muitas vezes, o diagnóstico é demorado, pois com a remissão do sintoma, o paciente deixa de procurar um médico e investigar sua causa”
Dr. André Matta, Prof. Da Universidade Federal Fluminense, no Departamento de Neurologia. CRM-RJ 60737-6

Os múltiplos sintomas da esclerose múltipla são facilmente confundidos com diversas outras doenças. A trajetória para um diagnóstico correto da esclerose múltipla pode levar meses e até anos. Isso porque os sintomas da doença passam e podem reaparecer depois de um longo espaço de tempo. Adicionalmente, o paciente procura um médico clínico geral ou mesmo um especialista que seria mais claramente ligado ao sintoma da esclerose múltipla – por exemplo, ao ter dificuldades visuais, procura-se o oftalmologista. Até que o paciente seja encaminhado a um neurologista, para realizar toda sua triagem e exames, a esclerose múltipla pode ter evoluído.


Referências

1. Site da Academia Brasileira De Neurologia. Disponível em: http://www.cadastro.abneuro.org/site/conteudo.asp?id_secao=31&id_conteudo=59&ds_secao=Perguntas e Respostas. Último acesso em setembro de 2014.
2. Site da National Multiples Sclerosis Society. Disponível em: http://www.nationalmssociety.org/Symptoms-Diagnosis/MS-Symptoms/Dizziness-and-Vertigo. Último acesso em dezembro de 2015.
3. Site da National Multiples Sclerosis Society. Disponível em: http://www.nationalmssociety.org/Symptoms-Diagnosis/MS-Symptoms. Último acesso em setembro de 2014.

Veja mais em: Sintomas, diagnóstico e tratamento

saiu na mídia

Notícias Relacionadas

Ver mais
Ver mais